Cobertura FdC3: Investidora anjo Camila Farani ensina técnicas de negociação

19 de outubro de 2019 - 12:44 # # # #

Com dicas imprescindíveis para o desenvolvimento de negócios, Camila Farani inspira estudantes e empreendedores

A palestra master do terceiro dia da Feira do Conhecimento 2019 reuniu estudantes e empreendedores que receberam dicas importantes para o desenvolvimento e manutenção de seus negócios. Com o tema “Como vencer tubarões”, a empreendedora e investidora-anjo Camila Farani explanou sobre tópicos como a economia brasileira, educação financeira e etapas de negociação.

Inicialmente, a empreendedora apresentou os principais erros na criação de um negócio, entre eles, frisou a ansiedade generalizada, a frustração e a inferiorização de si mesmo. Para Camila, ser feliz e realizado é imprescindível para um bom negócio. “Pessoas felizes negociam melhor”, enfatiza. Por isso, um dos grandes conselhos que Camila apresentou foi o cuidado com a saúde mental, a valorização da família e a humildade. “Não deixem que a ânsia e a ganância o façam perder grandes momentos ao lado de quem vocês amam. Não deixem de ver suas famílias, não deixem de fazer o que deixam vocês felizes. É isso que farão vocês sentirem os pés no chão”, alerta.

Camila Farani é um dos “tubarões” do programa Shark Tank Brasil, transmitido pelo Canal Sony. O programa oferece a empreendedores a oportunidade de lançar suas ideias de negócios para grandes investidores. Durante a palestra, a investidora contou sobre sua experiência no programa e sobre como foi convidada para participar. “Em um certo dia, recebo uma ligação de um produtor que assistiu as minhas palestras por 2 meses, sem que eu soubesse, e ele me convida a participar desse programa ao lado de pessoas incríveis como João Appolinário, fundador da Polishop. Eu fiquei muito feliz com o convite”, conta.

A investidora, que também é sócia-fundadora da G2 Capital, uma butique de investimentos em empresas de tecnologia, apresentou o conceito de startup e deu dicas como manter e alavancar seu negócio. “Startup é uma organização temporária em busca de um modelo de negócios repetível e escalável. E vocês precisam tomar cuidado com os cinco principais motivos de morte das startups: a falta de mercado, a falta de dinheiro, equipe ineficiente, concorrência e precificação”, informa.

Ao final, Camila ressalta a importância de cuidar da equipe e sobre nunca permitir que julguem sua capacidade. “Negociar é ouvir. É criar ganho mútuo e distribuir valor para todos os envolvidos. E não esqueça de ser fiel a você mesmo. Nunca permita ser excluído. Não se sinta inferior. Não deixem que digam que você não sabe negociar”, alerta.