Secitece e Secult discutem ações para integrar Ciência e Cultura

19 de fevereiro de 2019 - 14:58 #


A proposta é ofertar bolsas de iniciação artística e incentivar projetos de pesquisa beneficiando o setor cultural

Bolsa de Iniciação Artística e uma Bolsa de Iniciação Júnior (para o ensino médio) foram algumas das propostas apresentadas durante reunião dos secretários da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Inácio Arruda, e da Cultura, Fabiano Piúba, com a presença do presidente da Funcap, Tarcísio Pequeno.

A ideia é promover ações intersetoriais e de integração das políticas entre as secretarias, de acordo com o que estabelece o programa Ceará do Conhecimento. A reunião aconteceu na sede da Secitece, na manhã desta terça-feira (19/2), com a proposta também de elaboração de um projeto de pesquisa com produção de indicadores e impactos das políticas no setor cultural.

Na ocasião, o secretário Piúba tratou sobre a possibilidade de implantação do Programa Cientista Chefe destinado à área da cultura, a exemplo do que já acontece com as secretarias de Segurança e Saúde, com vista a elaboração de uma agenda de pesquisa, visando a construção de um Observatório de Cultura.

O programa Cientista Chefe, criado na atual gestão da Funcap, tem como objetivo unir o meio acadêmico e a gestão pública. Através dele, equipes de pesquisadores trabalham nas secretarias ou órgãos mais estratégicos do Governo do Estado para identificar soluções de ciência, tecnologia e inovação que podem ser implantadas para melhorar os serviços e, desta forma, melhorar a vida da população.

Dentro dessa proposta de integração das políticas públicas, o secretário Inácio Arruda informou que o Ceará conta com uma grande rede de formação artística. As universidades federais e estaduais, por exemplo, têm grandes centros culturais, qualificando profissionais que podem atuar no campo das artes, através de uma parceria Funcap, UECE, UVA e Urca.

Participaram também da reunião os coordenadores da Secult, Luiza Cela, Raquel Gadelha e Ernesto Gadelha, e da Secitece, Marta Menezes, Adeline Lobão e Gabriella Purcaru.