Secitece e Centec qualificam mais de três mil pessoas em 30 cidades

2 de agosto de 2019 - 15:29 # # #

No primeiro semestre de 2019, a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará e o Instituto Centec, qualificaram 3.422 pessoas em 30 municípios cearenses em cursos de formação inicial e continuada. As capacitações são totalmente gratuitas e acontecem nos Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs). Segundo o presidente do Centec, Silas Alencar, a meta para este ano é alcançar cinco mil pessoas.

“Além dos cursos básicos, o Centec também oferece cursos técnicos e superiores tecnológicos que expande a nossa atuação para 38 municípios. Nos CVTs, já chegamos a 68% da nossa meta para 2019 e esperamos que estas oportunidades contribuam significativamente para ajudar quem precisa se qualificar para conseguir um emprego, adquirir conhecimento para criar ou gerenciar seu próprio negócio e até mesmos profissionais estão no mercado, mas desejam mudar de área”, explica Silas.

De janeiro a junho, o Centec ofereceu 189 cursos com carga horária entre 40 a 200 horas aula; e entre julho e agosto, 47 capacitações estão em andamento. Ainda devem ser capacitadas, ao longo deste segundo semestre, cerca de 1.500 pessoas. Para participar dos cursos, basta ter idade a partir de 16 anos e ir até o CVT com o CPF. Saiba mais em www.centec.org.br.

O diretor de Extensão Tecnológica do Centec, Hermínio Lima, destaca que a instituição tem se dedicado a renovar o portfólio de cursos. “Já estamos ofertando oportunidades em novas áreas e capacitações com maior carga horária, até 200 horas, pois o mercado e a demanda mudaram e precisamos nos adequar à nova realidade. A população cearense precisa estar preparada para trabalhar com as novas tecnologias, e hoje quem realmente quer, pode procurar o CVT mais próximo para se qualificar”, explica ele.

Oportunidades na Região Metropolitana

O Centec possui unidades em cinco municípios da Região Metropolitana de Fortaleza: Horizonte, Maracanaú, Maranguape, São Gonçalo do Amarante, além da Capital cearense. Estão em andamento, em Maracanaú, os cursos de arduíno, técnica em vendas e eletricista predial e, na próxima segunda-feira (05/08), iniciará uma turma de manutenção em instalações prediais, em parceria com a Secretaria Estadual de Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) e a ONG Movimento Emaús.

Um dos alunos do curso de arduíno, Carlos Amauri, de 37 anos, já é técnico em mecatrônica, porém não atua na área e buscou o CVT Maracanaú para reciclar seus conhecimentos e encontrar novas oportunidades. “Essa é uma área nova no mercado e ainda não vi esse curso de arduíno em canto nenhum, só aqui no CVT e ainda de graça. Eu trabalho numa empresa de cerâmica, mas quero muito mudar pra automação. Então, essa oportunidade vai me ajudar a fortalecer meu currículo. E assim que concluir esse já vou iniciar também o curso de comandos elétricos no CVT Maranguape.” Ele já concluiu, no CVT Maracanaú, os cursos de eletricista predial e bombeiro hidráulico.

Segundo o instrutor do curso de arduíno, Altair Braga, “a Internet das Coisas já é uma realidade e, com esse curso, eles podem se inserir nessa realidade e começar a criar aplicações e automatizações com baixo custo. Isto traz uma diferença enorme pra eles no mercado de trabalho e pra quem quiser também se desenvolver nessa área”, orienta Altair.

Já Manoel Severino, de 44 anos, já faz o curso técnico em Mecatrônica no Senai, mas buscou o CVT para fortalecer o aprendizado prático. “Vim buscando aprimorar a minha técnica e reforçar o que estou vendo lá. Quando vi essa oportunidade no CVT, não pude deixar passar, pois o arduíno é essencial pra automação e foi um conteúdo que vimos muito rápido. Chegando aqui, descobri que a estrutura é excelente, não temos equipamentos assim lá, tão novos e tudo funcionando perfeitamente e com um conteúdo 100% prático”, disse Severino.

SAIBA MAIS
Veja aqui onde estão os CVTs do Instituto Centec!
http://www.centec.org.br/unidades/cvt/