Centec promove inclusão sociodigital em oito municípios cearenses

28 de junho de 2019 - 13:51 #


O Programa de Inclusão Sociodigital (PISD) é desenvolvido em parceria com a Secitece

Contribuir para mudar a realidade de jovens do sertão cearense é um dos objetivos do Programa de Inclusão Sociodigital (PISD), desenvolvido pelo Instituto Centec, com o apoio da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado (Secitece) e Prefeituras, em oito cidades cearenses. Em 2019, 253 jovens, de 16 a 24 anos, de Beberibe, Brejo Santo, Itaiçaba, Fortim, Quixeré, Jucás, Santa Quitéria e Limoeiro do Norte concluíram a formação.

O Programa oferece uma coletânea de conhecimentos necessários ao profissional do século XXI – como marketing, informática, relações interpessoais, inglês, dentre outras – que totalizam uma qualificação profissional completa em 280 horas.

As cerimônias de encerramento das 11 turmas do primeiro semestre de 2019 aconteceu de 19 a 27 de junho, com momentos de celebração entre alunos, pais, comunidade e parceiros. A coordenadora de Educação Profissional da Secitece, Samia Helena, representou o secretário Inácio Arruda nas solenidades de Fortim e Itaiçaba. Ela pontuou que a qualificação ofertada pelos cursos PISD são o pontapé para a formação de profissionais no futuro. “Além de favorecerem à socialização desses jovens, os cursos funcionam como uma porta de entrada para uma profissão e para que eles ajudem a desenvolver as suas comunidades”.

O presidente do Centec, Silas Alencar, comemora a alta procura durante o período de inscrições e o sucesso dos projetos sociais desenvolvidos pelos alunos. “Todos eles desenvolveram projetos para ajudar a mudar a realidade do município, de acordo com os principais desafios que eles veem na cidade e a repercussão é muito boa. Ficamos muito satisfeitos ao chegar na reta final e ver que todo o processo que eles viveram proporcionou uma mudança, abriu seus os olhos para novas formas de ver o mundo. Tivemos uma procura grande para participar do projeto e isso mostra que o PISD tem se consolidado e ainda tem muito a contribuir e, tudo isso, graças ao apoio da Secitece e do Governo do Estado”, conclui.


Encerramento do PISD em Fortim aconteceu no dia 26 de junho

Já o diretor de extensão tecnológica e inovação do Centec, Hermínio Lima, ressalta que a formação “contribui com capacitação tecnológica e humana da população jovem destes municípios, com foco nas realidades socioeconômicas e ambientais locais, além da inclusão de temas ligados ao cotidiano das cidades e às realidades destes jovens”.
Na última quinta-feira (27), aconteceu o encerramento das três turmas de Quixeré e Limoeiro do Norte.

A coordenadora do Centro Vocacional Tecnológico (CVT) em Quixeré, Elvirene Ferreira, explica que os alunos decidiram apoiar a Escola Municipal Infantil de Tempo Integral João Oliveira Lima. Após conversas com as crianças, os professores, o diretor da escola e até o secretário municipal de Educação, os participantes do PISD decidiram tornar o ambiente escolar mais atrativo e acolhedor.

“A Escola estava com a estrutura um pouco desgastada, sem parquinho e sem cor, uma aparência pouco estimulante ao aprendizado. Eles fizeram toda a pintura nova da escola, com desenhos nas paredes e pinturas criativas e construíram um parquinho para crianças. A escola criou uma nova alma. É muito gratificante ter contribuído com a transformar não só a parte física, mas também a motivação de pais, alunos e professores em frequentar a escola”, disse Elvirene.


Escola Municipal João Oliveira após nova pintura feita pelos alunos do PISD

Um dos parceiros do projeto em Quixeré, é Antônio Braga, gerente do posto de recebimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas. Ele ressalta a importância de estimular a consciência ambiental nos jovens. “Esta turma é, em sua maioria, formada por filhos de produtores rurais e, portanto, conhecem a realidade da produção agrícola. Então, utilizar essa forma de conscientizar, por meio da educação e com ações teóricas e práticas, só fortalece o nosso trabalho de manter o campo limpo”, reforça.


Alunos do PISD apresentando projeto na Câmara dos Vereadores de Santa Quitéria nesta sexta (28)

Os alunos do PISD em Santa Quitéria apresentaram, como projeto final, o mapeamento dos potenciais turísticos do município, com o apoio de historiadores da cidade. O resultado foi tão positivo, que eles foram convidados pelos vereadores para apresentar o estudo na Câmara Municipal. Em Brejo Santo, os jovens recolheram ração para doar à ONG Vida de Cachorro. Os itens serão repassados para tutores de animais que não têm condições de comprar ração para seus animais. Confira aqui algumas fotos das cerimônias de encerramento.

Confira outros depoimentos de jovens que concluíram o projeto:


Victoria (ao centro) participou do PISD em Beberibe

“O PISD é um programa de capacitação profissional que abre portas para os jovens. Ele tem uma grande importância porque contribuiu pra minha vida profissional e pessoal, e sabemos que hoje as duas coisas precisam andar juntas pra que coisas boas possam acontecer na nossa vida. Aprendi que essa junção é o que forma um bom profissional. Foi uma experiência incrível fazer parte do PISD. A nossa ação final foi um momento gratificante, uma ação extraordinária. Fizemos uma ação social para jovens e adultos com deficiência auditiva e pudemos perceber o quanto eles podem contribuir com as nossas vidas. Foi uma das melhoras experiências que já tive.” Victoria Alves, 18 anos, CVT Beberibe.

“O PISD foi o primeiro curso profissionalizante que eu fiz na vida e preciso dizer que foi uma experiência incrível. E não é só um curso, foi um projeto que influenciou na minha vida enquanto estudante, cidadão e como ser humano, porque aprendemos a lidar com várias situações, a superar as nossas dificuldades pessoais, a trabalhar com outras pessoas, a lidar com poucos recursos, aprender a ouvir e até a como se relacionar no ambiente de trabalho. Então, vamos ser profissionais diferenciados. Além disso, fiz amizades que vão ficar para a vida. Se eu pudesse, participaria de todas as edições do PISD, pois sempre tem novos aprendizados e eu aconselho pra todos os meus amigos participar desse projeto. O PISD foi uma das melhores experiências da minha vida sem dúvida.” Abraão Barros, 16 anos, CVT Itaiçaba.

“Gostei do curso pelos seguintes motivos: as didáticas usadas foram muito enriquecedoras para o meu conhecimento e crescimento tanto no profissional quanto no pessoal. Durante esses três meses, o conteúdo e a convivência com outras pessoas, contribuíram para o meu desenvolvimento pessoal, tudo o que foi vivenciado levarei para minha vida.” Marciana Farias, 18 anos, CVT Santa Quitéria.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Instituto Centec