Laboratório de Medidas Elétricas do Nutec recebe manutenção da acreditação do Inmetro

15 de fevereiro de 2019 - 15:15 # #


Sob requisitos da nova versão da norma ABNT NBR ISO/IEC 17025: 2017, o laboratório recebeu o reconhecimento do Instituto

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), através da Coordenação Geral de Acreditação (CGCRE), confirmou a manutenção da acreditação do Laboratório de Medidas Elétricas (LME) do Nutec. A certificação expressa o reconhecimento formal de sua competência para realizar atividades de calibração, conforme Escopo de Acreditação.

A avaliação do Inmetro no LME aconteceu nos dias 19 a 21 de junho de 2018. “A manutenção reforça a confiança do público nos serviços prestados, além de ser importante para as tecnologias aplicadas nas indústrias 4.0, informou Raimundo Montefusco, responsável pela Gerência de Mecânica, Elétrica, Energia e Automação (Gemea).

Essa conquista retrata o compromisso do Nutec com a qualidade, o respeito ao cliente e o melhor desempenho. Atender aos requisitos de uma norma internacional como a ABNT NBR ISO IEC 17.025 consagra o comprometimento do Nutec com a excelência.

O gerente técnico do LME, Leo Vidal explica que a acreditação é um “reflexo do esforço e do bom funcionamento de todas as engrenagens do órgão, desde a sua alta direção até o pessoal de suporte que diariamente trabalha na conservação do ambiente de trabalho”.

Ter um laboratório pertencente à Rede Brasileira de Calibração – RBC é trazer o Inmetro para perto do setor industrial e contribuir na disseminação da cultura da Qualidade no meio técnico.

Por ser laboratório acreditado pelo Inmetro, o certificado de calibração emitido pelo LME é válido mundialmente, possibilitando atender demandas de clientes internacionais. Atualmente todos os serviços ofertados pelo LME estão no escopo acreditado.

A primeira acreditação do LME foi em maio de 2002. Ao longo dos anos o laboratório evoluiu com a aquisição de novos padrões, proporcionando extensões no escopo, novos serviços acreditados e melhorias nos níveis de incerteza. A próxima reavaliação será em junho de 2020.


Fonte: Assessoria de Comunicação do Nutec