Cláudio Prado abre programação do Fórum de Políticas Digitais

13 de fevereiro de 2019 - 11:52 # #

O teórico da contracultura e cultura digital fala sobre o Futuro nesta quinta-feira, 14/02

Considerado um visionário, o produtor cultural e teórico da contracultura e da cultura digital, Cláudio Prado será um dos conferencistas do Fórum de Políticas Digitais, promovido pelas secretarias da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece) e da Cultura (Secult), nesta quinta-feira, 14/2, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, em Fortaleza.

O evento tem como objetivo reunir governos, academia, empresas e sociedade em geral para conhecer, refletir e dialogar sobre o potencial da transformação digital a fim de institucionalizar a colaboração em rede como forma de governança do bem comum.

Cláudio Prado irá provocar a plateia a pensar e repensar o Futuro. Para ele, “a era digital é um rito de passagem da humanidade para a transformação pela qual precisamos passar”.

O conferencista foi coordenador da ação de Cultura Digital da Secretaria de Programas e Projetos do Ministério da Cultura entre 2004 e 2008, e hoje coordena a ONG Laboratório Brasileiro de Cultura Digital. Tem formação incompleta em pedagogia pela Universidade de Genebra, na Suíça, e em sociologia na Universidade de Surrey, Inglaterra. Fez parte nos anos 60 e 70 do movimento hippie e se envolveu com a produção de shows e festivais de música: co-fundou o Festival de Glastonbury e produziu o primeiro Festival de Águas Claras, em 1975, o “woodstock brasileiro”. Produziu shows dos Mutantes e dos Novos Baianos nos anos 70 e sempre esteve ligado a Gilberto Gil e Caetano Veloso, desde a época em que os recebeu no exílio, em Londres. Fundou e dirigiu diversas produtoras e duas ONGs, Salve a Amazônia e Pró-Rio 92. É um dos fundadores da Casa de Cultura Digital.

Hub Tecnológico

“Os Avanços Tecnológicos no Ceará” será o tema da mesa de abertura que irá contar com a participação dos secretários Élcio Batista (Casa Civil), Inácio Arruda (Secitece) e Fabiano Piúba (Cultura), do presidente da Etice, Adalberto Pessoa e representantes do Instituto Mutirão e Feira da Música. Eles irão debater a implantação do HUB Tecnológico do Ceará.

A programação totalmente gratuita conta ainda com Mostra de Soluções e Políticas Digitais, públicas e privadas, com cases de tecnologias digitais aplicadas ao interesse público e GTs. O evento é gratuito.

Programação

Fórum de Políticas Digitais
Data: 14/2 (quinta-feira)
Local: Auditório do Dragão do Mar

9h às 9h30
#FUTURO – Cláudio Prado
Tema: PROVOCAÇÕES COM O PRODUTOR CULTURAL E TEÓRICO DA CONTRACULTURA E DA CULTURA DIGITAL

9h30 às 10h30
Mesa de abertura – Hub Tecnológico do Ceará com Secitece, Secult, Casa Civil, Etice, Instituto Mutirão e Feira da Música
Tema: OS AVANÇOS TECNOLÓGICOS NO CEARÁ

11h às 13h
Mostra de soluções digitais
Diversas instituições
TED a Tete: 8 cases apresentados em 10 minutos cada

14h30 às 17h
FÓRUM DA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL – Conectando o Último Metro! discussão e proposição de proposta que serão entregues ao Estado.

18h às 19h
Encerramento
Secult, Secitece, Casa Civil, Etice e Prefeitura de Fortaleza
PLENÁRIA COM A ENTREGA DE PROPOSTAS PARA REPRESENTANTES PÚBLICOS.

22h
Anfiteatro Dragão do Mar
Show de abertura da Feira da Música

Mais informações no link: https://bit.ly/2FVbdiQ